30.4.10

Untitled


Passava já demasiada noite da hora ideal quando às 03:42 decide por fim encostar a cabeça na almofada que o esperava.
Enquanto isso, força o sacudir das asas com pó pesado que se acomodou durante o dia que esteve morto e dá agora lugar à leveza, do real, que deixara de ser negro para dar lugar a um outro brilho.
Abertas as asas e esticadas as penas, aproveita o momento para inspirar enquanto toma 2 gramas daquilo, envolto em capsular de gelatina preta, isto só para acordar.
Agita novamente as asas, agora vibrantemente afectadas pelas 2 gramas e sorri ao sentir as mariposas que lhe levantam o calor de dentro.
La fora, a lua já caminhou para lá do quadrante perigoso e aproxima-se agora já da hora certa para levantar voo.
Levanta os olhos em direcção aos raios de luar fitando-o ate ao ponto em que a luz branca desiste para dar lugar aos efeitos das 2 gramas daquilo, envolto em capsular de gelatina preta, só para acordar, para agarrar e transformar a lua em calor e o escuro em aromas verdes salteados com o salgado de pedras de calçada de um ouro que não lhe faz falta.
Ao longo voo observa atentamente o mundo morto de onde acordou enquanto vive realmente o que avista pela sua perspectiva...tantas diferentes... são tantos... tão diferentes...
A transparência é onduladamente imperfeita num todo, de tal forma que lhe permite sentir aquelas asas brilhantes, só dele. Cada linha, perfeita. Cada movimento, perfeito...
Aos poucos, as 2 gramas daquilo, em preto capsular, deixa-lhe a boca seca ao perder o seu efeito e aos poucos sente-se morrer novamente ate ao momento em que as asas deixam de ter força para o manter no ar e o precipitam em direcção ao solo, agora mais escuro, mais luar...mais...morto.
Passava agora demasiado da hora em que levanta a cabeça da almofada que o sustentava enquanto esteve vivo...
Eram 03:46, apetecia-lhe morrer outra vez.

3 comments:

Mona Lisa said...

Tendo em conta esse discurso algo delirante, é melhor teres cuidado com as doses..lol Isso foi prescrito pelo médico ou andas a fazer experimentos?:P Curiosamente aquela parte de "levantar voo" fez-me lembrar o discurso de um bipolar que na fase maníaca em que ficava "com os poderes", acreditava piamente que podia voar lol Por isso cuidado...beijos

Mokas said...

uhhh the slug.....
uhhh parece que estás a falar de uns rebuçados que havia pretos... tipo gomas! e pronto aquilo durava assim pouco tempo.

Garras said...

Mona Lisa, relaxa... eu nao penso que consigo voar..eu sei Voar...
hahaahaha
Alias, todos sabemos quando queremos. :P

Beijocas e arranhoes

Mokas, nao conheco pah...mas se o efeito era o mesmo, quero dias caixas. :P

Abraço