2.4.08

Debitar palavras sem filtrar

Houve a noite de um dia que não queria chegar
Dia que não queria deixar ser tarde,
uma hora que não chegava,
que sem a minha permissão passou depressa demais e rapidamente se tornou na noite tardia que eu não queria ver passar…
Se momentos houve que a hora teimava em não se mostrar, agora os ponteiros rodavam a uma velocidade alucinante e cada vez mais... à medida que se aproximava o fim da noite já curta desde que começara…o relogio parecia ter vida própria e sem vontade de parar…não queria abrandar por muito que eu lhe pedisse…
Foi ainda uma tarde que se iniciava e eu não sabia como estar, como sentar…falar….e agora que o tempo todo já passou eu quero voltar para onde estava ao começar.
A primeira visão…?
Quero-a novamente!
Quero a primeira e todas as outras mais uma vez, outra vez sempre como a primeira vez…outra vez quero continuar a rir, continuar ate lacrimejar, ate a língua me doer de falar, outra vez, quero sentir a cara a doer de sorrir sem conseguir parar…parar…não quero sequer pensar em parar…eu quero é continuar…
outra vez…

ou seja…

Numa tarde que não queria chegar,
Numa noite que depressa demais passava
eu queria ver um ponteiro parar
mas que para me contrariar somente acelerava

Tenho dito… e embora houvesse muito mais a acrescentar.. não é necessário… eu quero mesmo é continuar!!!


( tal como o titulo indica, as palavras aqui escritas foram “despejadas” sem pensar, escritas sem triar ou filtrar a forma como seriam “coladas” aqui… não tem como intenção fazer o mínimo sentido…apenas a intenção de serem escritas como foram sentidas)

5 comments:

Mokas said...

Faz Sentido...

Foi o inicio depois do preâmbulo,

sit back Enjoy the ride
Spring time
Life is about to begin
Again

Anonymous said...

Fazem todo o sentido...as palavras foram feitas para se dizer...mas acima de tudo para se sentir...

Garras said...

Mokas - Sera ??? Ou sera que ja fiz merda da grossa ? Time will tell!!

Cabra Expiatória said...

Não quero saber, não controlas o tempo até eu saber porque raio é que me andam a chamar SpyCabra. NÃO QUERO SABER! EU EXIJO A VERDADE!!!

Garras said...

SpyCabra - tal como aconteceu anteriormente...ha um post que te responde! (ao menos sempre escrevo kker coisa daquele lado)