25.5.08

Apenas mais um dia

Hoje foi um dia como outro qualquer que se passa a trabalhar.
No meu caso, servir cafezinhos e minis ao povinho desta pequena terrinha que se atravessa de ponta a ponta praí em 10 minutos.
Mas a porra do dia começou mal...

"Acordo alagado em suor a meia da noite e não sei que horas são,
Parece ser de madrugada, os pássaros já se ouvem e o "lusco-fusco" já ilumina o chão.
Meu corpo treme e sinto cada músculo vibrar
Como se atravessado por uma carga eléctrica em cada nervo.
Mas gosto e não quero parar.
Eu não quero parar de sonhar
Quero continuar…
Acordar, sonhar, acordo e alimento acordado meus sonhos com mais uma guloseima.
Mas isto tem de parar…tem de acabar.
Não é a acordar assim que me vou ajudar
Passar o dia a andar, sem sentido ou não olhar o que estou a fazer,
Tremer acordado quando me lembro o que não vou dizer quando isso a acontecer.
E se dissesse? O que aconteceria?
Se calhar ate acontecia mas...e eu? Queria?”

O dia correu bem mas a treta do sonho passou o dia a assolar-me a mona.
Quando é que esta treta “se vai” ?

2 comments:

Mokas said...

pox nã sê deb!
olha hoje n sei porquê já me sinto melhor. deve ter mudado a lua ou outra coisa.

Garras said...

hoje ja te sentes melhor..e o kek tinhas ontem? eu nao me lembro do que te queixavas!